, , , , ,

O que significa essa sigla mesmo?

Quem trabalha com negócios ou marketing digital fica imerso o dia todo em milhares de siglas e, às vezes, dá até um nó na cabeça. Para desembaralhar, reunimos aqui algumas mais usadas e seus significados.

 

Ordenamos tudo alfabeticamente, mas não resistimos em trazer esta aqui, que muito nos representa, pro topo da lista!!!

 

MarTech – Marketing + Tecnologia. O termo é utilizado para definir projetos que tenham Tecnologia aliada ao Marketing Digital, sempre com foco no melhor resultado. O cérebro da Jeenga é MarTech, e nosso coração são as pessoas que trabalham conosco (nosso time, nossos clientes e parceiros. 🙂

 

Outras siglas comuns:

 

API – Application Programming Interface ou Interface de Programação de Aplicativos. É um conjunto de rotinas e padrões de programação que permitem o desenvolvimento de produtos associados a um software específico.

 

B2B – Business to Business ou Empresa para Empresa. Um negócio B2B tem como meta atingir outras empresas.

 

B2C – Business to Consumer ou Empresas para Consumidores. Quando dizemos que um negócio é B2C significa que o público-alvo é o consumidor final.

 

CPA – Cost per Action ou Cost per Acquisition (Custo por Aquisição ou Ação). É o valor gasto para conquistar cada novo cliente. Essencial para definir ações e orçamento de marketing.

 

Você sabia?
Investindo em tecnologia você tem acesso a dados mais ricos e completos e reduz o CPA de forma rápida e inteligente.

 

CPC – Cost per Click ou Custo por Clique. Mostra o valor investido para conseguir cada clique. Um dos modelos de compra de campanhas de Google e Facebook.

 

CPL  – Cost per Lead ou Custo por Lead. Lead é é um potencial consumidor. O CPL é o valor gasto para conquistar cada um desses novos Leads.

 

CPM – Custo por Mil (impressões). Impressão é cada vez que um anúncio aparece na tela para o usuário e CPM é o valor investido para conseguir gerar mil impressões de um anúncio.

 

CRM – Customer Relationship Management ou Gerenciamento de relacionamento com clientes. É a estratégia que visa melhorar a gestão e atendimento de clientes.

 

Você sabia?
Com a Jeenga você gerencia seus contatos em todos os touchpoints e conversa com ele por multicanais. Além disso, consegue acompanhar a jornada 360º e programar campanhas baseadas em agendamento ou ação.

 

CSS – Cascading Style Sheets, que em português literal seria Folha de Estilo em Camadas. São regras que definem o layout de documentos HTML. Controla por exemplo fontes, cores, margens, linhas, alturas, larguras, imagens de fundo, posicionamentos e outros elementos.

 

CTA –  Call-to-Action, ou Chamada para ação. É literalmente a forma de chamar o usuário para a ação. Um botão, um destaque, um link que convide a realizar uma ação, como um “Clique aqui”, “Compre agora”, “Não perca”

 

CTR – Click through Rate ou Taxa de Cliques. Calculamos o CTR dividindo o número de cliques pelo número de impressões. Esta métrica mede o quão atrativo é um anúncio em canais digitais.

 

HTML – HyperText Markup Language ou Linguagem de Marcação de Hipertexto. É a base da internet e a linguagem mais comum para desenvolvimento de websites.

 

HTTP – HyperText Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Hipertexto. É o protocolo utilizado para transferência de páginas HTML do computador para a Internet.

 

HTTPS – Hyper Text Transfer Protocol Secure ou Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro. Como o HTTP, é um protocolo de transferência, mas faz encriptação dos dados e por isso é mais seguro.

 

KPI – Key Performance Indicators ou Indicadores-chave de desempenho. São as métricas eleitas para avaliar o resultado e que determinam seu sucesso.

 

LTV – Lifetime Value ou Valor do Tempo de Vida do Cliente é uma métrica que prevê o potencial de receita e lucro. O LTV representa o quanto, em média, cada cliente que entra na base vai gerar de receita durante o tempo de relacionamento entre ele e a empresa.

 

ROI – Return on Investment  ou Retorno sobre Investimento. É a relação entre o dinheiro ganho (receita) e o investido.

 

SAAS – Software as a Service ou Software como Serviço. Também conhecido como Software por demanda, ao contrário de aplicativos que são pagos e podem ser baixados, o SAAS é o fornecimento de aplicativos pela internet (normalmente no modelo de assinatura). A Jeenga funciona assim 🙂

 

SEM – Search Engine Marketing ou Marketing para Buscadores. É o conjunto de ações de marketing com objetivo de promover um site nos mecanismos de busca.

 

SEO – Search Engine Optimization ou Otimização para Buscadores. É o conjunto de técnicas, estudos e ações que visam melhorar o posicionamento de um site nos resultados dos mecanismos de busca

 

SMM – Social Media Marketing ou Marketing para Mídias Sociais. É o conjunto de ações de marketing com objetivo de promover uma marca nos canais sociais.

 

SMO – Social Media Optimization ou Otmização para Mídias Sociais. É o conjunto de técnicas, estudos e ações com objetivo de melhorar a performance da marca nos canais sociais.

 

Dica:
Acesse agora nosso site e conheça todas as vantagens de utilizar a Jeenga para alavancar os seus negócios.

, , , ,

IoT – Bem vindo ao presente!

Sabia que o termo foi criado em 1999, mas o conceito nasceu em 1974  com as ATMs? Hoje IoT ou Internet of Things (em portuguès: Internet das Coisas) já é realidade.

Ok, mas o que é de fato?

IoT pode ser entendido como uma extensão da internet como conhecemos atualmente. É conectar os objetos do nosso dia-a-dia e torná-los capazes de “se comunicar”.

Isso já acontece e está presente a todo instante. Basta lembrar que  Smartphones, Smart Tvs, Câmeras de segurança, Videogames e Smart Watchs já estão conectados à internet faz tempo.

Mas o conceito vai além e prevê não só que estes dispositivos enviem dados para uma base, mas que consigam antecipar ações baseadas nessas informações. Imagine um futuro (próximo) onde exista uma geladeira que identifica que acabou determinados produtos e já se comunica com o mercado e efetua a compra dos itens faltantes, ou um espelho que identifica as roupas que você visualizou num determinado site e te reflete vestindo as mesmas.

Há muitos anos esse conceito é usado para impressionar em filmes, desenhos, quadrinhos e livros de ficção científica. Se você já passou dos 30 deve se lembrar dos Jetsons e sua casa do futuro!

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC) em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) prevê movimentação de R$132 bi no Brasil até 2025 num plano de estratégias e políticas públicas para envolver empresas, governo e instituições de pesquisa na disseminação do uso de equipamentos conectados à internet na indústria e em serviços no país.

Vimos o estouro do nascimento da internet. Vimos o estouro da internet móvel. E agora vamos ver o estouro da Internet das Coisas. Vamos ver não, já estamos vendo… e nem nos demos conta

Uma solução bem simples que a Jeenga pode te ajudar a implementar e que torna possível que qualquer empresa surfe esta onda de IoT é Beacon.

Beacons são aparelhos de localização indoor que fazem o conceito de IoT sair do papel e virar realidade com custo bem acessível. Leia mais sobre Beacon e veja algumas ideias de uso aqui.

, , , , , , ,

Beacon: Pequeno, barato, fácil e cheeeeeio de possibilidades!

Beacon é um dispositivo que usa uma tecnologia chamada bluetooth low energy para emitir sinais que podem ser recebidos por aplicativos em qualquer dispositivo conectado com bluetooth. São muito precisos na localização e por isso permitem que objetos sejam localizados com alta precisão.

Os aparelhos Beacons são pequenos e têm com custo bem acessível,  por isso são a grande novidade que promete revolucionar o mercado. Veja algumas situações onde o Beacon pode ser utilizado para alavancar o seu negócio:

 

Numa loja física 

  • Se um cliente se aproxima da entrada da sua loja o Beacon identifica e é possível impactá-lo com uma promoção ou desconto imediatamente. Assim, quem resiste entrar e dar uma olhadinha?

 

  • Outra situação possível é que, ao se aproximar de um produto identificado com Beacon dentro da loja o cliente consegue visualizar as informações do produto, incluindo disponibilidade de cores, tamanhos e modelos. E se este cliente já visitou este produto no seu site é possível mostrar uma oferta especial válida para a compra imediata, lá na loja mesmo;

 

  • Além disso, é possível também mapear a visita de cada cliente e, sabendo do seu interesse por determinados produtos, impactá-lo depois programar na Jeenga promoções relevantes para enviar por email, push ou até mesmo dentro da loja física.

 

No supermercado 

  • Ao se aproximar de determinado item identificado com Beacon o cliente consegue visualizar e selecionar receitas e o app no celular, “conectado” ao Beacon no mercado, pode indicar onde estão localizados os outros ingredientes. E então, ao se aproximar destes outros itens, o cliente recebe um aviso de que aquele ingrediente deve constar em sua lista de compras também.

 

No hotel 

  • Com um Beacon na entrada é possível mapear quando um hóspede chega para dar boas-vindas e já preparar o check in;

 

  • Outra possibilidade é o hóspede selecionar os itens que deseja no café da manhã e, ao chegar em uma mesa que contém um Beacon, ser servido conforme seu pedido feito há alguns minutos ainda no quarto ou na rua;

 

  • E usando a Jeenga você terá rastreado a interação dele e poderá impactá-lo por outros canais divulgando pacotes e preços especiais.

 

No Turismo 

  • Ao se aproximar de uma obra, o Beacon permite obter informações como data da criação, nome do autor, ano, técnica utilizada. E se for o caso até sugerir e fechar uma compra;

 

  • E em uma biblioteca fica muito mais fácil encontrar um livro ou sessão se eles estiverem identificados com um Beacon;

 

  • E ao entrar em uma estação de trem é possível que o usuário receba informações sobre horários de trens e possíveis atrasos.

 

No Hospital e PS 

  • O paciente entra no PS e o Beacon na entrada permite que já seja possível mapear quem ele é e levantar o seu prontuário, adiantando e agilizando o atendimento. É possível até que o paciente preencha no caminho do hospital seus sintomas e estas informações já podem ficar disponíveis no prontuário antes mesmo do pré-atendimento;

 

  • Quando internado, com um Beacon no quarto, é possível receber informações sobre o paciente e medicações assim que o médico ou enfermeiro dá entrada no quarto;

 

  • E depois você completa o circulo de relacionamento enviando por email uma pesquisa de satisfação. Tudo automático na plataforma Jeenga.

 

No Restaurante e Cinema 

 

  • O cliente escolhe no cardápio no site ou app o que deseja comer e, ao chegar no restaurante, já é reconhecido via Beacon e encaminhado para a mesa onde é dado andamento ao seu pedido;

 

  • Ou, ao sentar em uma mesa identificada com um Beacon, o cliente recebe o cardápio virtual e faz o pedido sem precisar chamar o garçom. Ah, e depois pode efetuar o pagamento também pelo aplicativo por intermédio do Beacon;

 

  • O mesmo funciona em cinemas. Ao se aproximar da sala identificada com Beacon é possível que o cliente tenha acesso aos filmes em cartaz e faça a compra online;

 

  • E assim seu relacionamento com o cliente fica muito mais personalizado pois com a Jeenga é possível enviar emails, pushs, mms ou sms personalizado com informações sobre lançamentos de filmes afins aos que ele assistiu.

 

No dia-a-dia 

  • Imagine entrar em casa e tudo acontece. As luzes se acendem, a cortina abre e o som começa a tocar sua música preferida. Basta que seu smartphone e um Beacon na entrada de casa “se encontrem”!

  • Pense também na possibilidade de colocar um dispositivo Beacon na coleira do cachorro ou na mochila dos filhos e conseguir mapear a localização e receber um alerta quando se afastam além de uma distância pré-estabelecida.

 

  • Ou um Beacon na chave e nunca mais perdê-la?

 

Deu pra entender porque Beacon vai revolucionar a forma com que interagimos com o mundo?

 

E você, como vai aplicar o Beacon para o seu negócio? Entre em contato com a gente e teremos uma grande ideia para impulsionar suas vendas: contato@jeenga.com – + 55 11 3230 0221

, , , , ,

3 dicas para aumentar as suas vendas

Vender é uma arte que passa por um número razoável de processos que vai desde a conquista do cliente até o pós-venda, onde há a necessidade de fidelizar o comprador e fazê-lo sentir vontade de voltar a adquirir seus produtos.

É importante ter em mente que a venda em si é apenas uma etapa e que ela sozinha não consegue representar o sucesso do seu negócio, especialmente se não estiver aliada à estratégias bem definidas e direcionadas. Neste post iremos passar 3 dicas práticas e rápidas de como vender mais e de forma verdadeiramente eficaz. Confira!

 

1 – Utilize tecnologias que te ajudem nesse processo

 

A primeira dica é uma das mais essenciais quando o assunto é marketing e controle de vendas. Trabalhar com a tecnologia em prol do seu negócio é uma atitude inteligente e visionária, que te deixará a frente de muitas empresas. Procure software de gestão comercial que possam ajudar a organizar seu fluxo de caixa e a administração em geral (como o GestãoClick) e opte também por trabalhar com a plataforma de Automação de Marketing Jeenga que ajudam a manter a organização quando é preciso lançar campanhas, criar estratégias e administrar os contatos. Faça da internet e dos programas inovadores seus aliados e aprenda a lidar com eles por meio de treinamentos e cursos na área. O conhecimento em novas tecnologias sempre vale a pena.

 

2- Dê ao seu cliente o atendimento que ele espera em todos as etapas da negociação

 

Um erro comum é deixar de dar atenção ao cliente quando a venda já está concluída, esquecendo da etapa final e crucial de fidelização: o pós-vendas. Para expandir seu negócio, é importante que tenha clientes fiéis, dispostos a indicar sua empresa para colegas e amigos. Por isso, empenhe-se em fazer um bom trabalho mesmo após ter conseguido vender seu produto. Use a plataforma de automação Jeenga para programar e ter controle de toda a sua régua de comunicação. Começando na prospecção, até a importante tarefa de fidelização!

 

3- Faça com que seus funcionários se mantenham motivados

 

Esse é um dos pontos mais importantes do sucesso de uma empresa: manter seus funcionários motivados e decididos a vender mais. Seus vendedores precisam estar dispostos a atingir um objetivo em comum. Há muitas formas de fazer isso, seja por meio de treinamentos intensivos, palestras de incentivo ou mesmo utilizando reuniões onde os pontos cruciais são discutidos, bem como metas e bonificações. Invista em uma equipe boa e terá sempre aliados ao invés de funcionários.

 

Por fim, busque sempre uma forma de renovar sua estratégia caso ela esteja dando errado. Tenha em mente que o marketing e as vendas são áreas que necessitam de reciclagem constante e o profissional que se preocupa com isso está sempre a frente dos demais.

 

, , , , , ,

Já preparou suas campanhas de outubro?

Todo dia é dia de falar com seu cliente, mas algumas datas não podem passar em branco! Confira o calendário de outubro e prepare suas campanhas.

Leia mais

, ,

Hoje se comemora a criação da internet!

O meio de trabalho de uma grande parte da população mundial, a internet foi um grande marco na Revolução Tecnológica.

Leia mais

, , , , , , ,

Malware: os softwares vilões

malware

Malicious Software, o “malware”, é um software que se infiltra num sistema de computador de maneira hostil, a fim de causar alterações, danos, roubos de informações,… Ou seja, é um visitante nada bem vindo ao seu sistema de computador.

Leia mais

, , , , ,

CEO: Como chegar a esse cargo?

destaque_carreiras

Responsável por executar as diretrizes propostas pelo Conselho de Administração por meio de estratégias a fim de conduzir a visão de sua empresa, o CEO (Chief Executive Officer), ou em português, Diretor Executivo, desempenha, se não o mais, um dos mais importantes papeis de uma empresa, por isso está no topo da hierarquia operacional dela. Lidera O termo está cada vez mais se popularizando, não precisando mais a tradução para que seu significado seja compreendido.

Que o mundo está dinâmico, instantâneo, cada vez mais consciente e necessitando de boas ideias, isso é indiscutível. Os CEOs necessitam se encaixar nesse quadro atual e, assim,  obter o sucesso da empresa.

Leia mais

, , , , , , ,

O que é um Investidor Anjo?

investidoranjo

 

 

Um investidor bonzinho? Que não visa fins lucrativos? Que veio para tirar sua Startup de todos os problemas que ela enfrenta?

Nada disso! O termo “anjo”, nesse caso, é empregado, pois esse investidor não tem apenas funções de um mero investidor de ações. Ele investe não só dinheiro, mas tempo, conhecimento anterior e rede de contatos, além de não passar a possuir uma posição executiva na empresa.

Leia mais

, , , , , , , ,

B2B X B2C: Qual categoria sua empresa se encaixa?

ecomercio

Você precisa saber em qual categoria a sua empresa se enquadra? Com certeza!

No mundo corporativo é impossível não estar familiarizado com esses termos. Então a são Jeenga vai começar a te explicar de maneira simples.

Leia mais