, , , , , , ,

Máquinas X Seres Humanos: Seu emprego corre perigo?

tecnologiamundojeenga

 

Tema de diversos filmes, a conspiração tecnológica é palco de muitas especulações dos diretores de Hollywood e o cenário é o da dominação das máquinas perante seus criadores: os seres humanos. Ficção científica a parte, o avanço da tecnologia chega a assustar profissionais das mais diferentes área… Será que essa ameaça é real? Seu emprego está realmente com os dias contados?

A seguir você lê um artigo publicado no blog do SALES Manago muito interessante sobre o tema que irá dissertar um pouco do que é ou não verdade sobre esse assunto.

“Gostaríamos de tranquilizá-lo e dizer algo como: “não se preocupe, os seres humanos são únicos e não podem ser substituídos”, mas isso não é verdade. Kyle Gibson diz que, graças ao desenvolvimento da aprendizagem de máquina, os robôs já podem resolver problemas que, historicamente, apenas os seres humanos poderiam. Não apenas os comerciantes devem se preocupar: em 2025 máquinas ocuparão 30% dos postos de trabalho humanos, incluindo anestesiologistas, advogados, analistas e cirurgiões.

Mesmo agora, os robôs são ótimos para executar algumas das tarefas dos comerciantes.

Segmentação

O artigo “Big Data-Driven Marketing: How machine learning outperforms marketers’ gut-feeling“, descreve uma experiência fascinante: Grupo de comerciantes humanos e um algoritmo foram para o segmento de uma base de contatos – tarefa necessária para a empresa de telecomunicações, que queria emitir campanha e escolher destinatários perfeitos.

Comerciantes Humanos chegaram a 0,5% de conversão, enquanto as máquinas – 6,42%. Competências de seres humanos foram inúteis, e empatia – não confiável.

Criatividade

“Máquina não vai apenas ser capaz de escrever uma cópia?” Bobagem! Nessa área de novas soluções, cada vez mais e mais combinam Big Data e aprendizagem automática. E não estamos falando de textos de mecânica, mas cerca de conteúdo original. O Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT, desenvolveu a Batida Deep – um algoritmo que gera poesia. Na verdade, ele canta sobre o tema sugerido, com ritmo, rimas e referências a outras peças.

Aqui está o seu trabalho sobre o tema do amor:

Para uma chance de romance eu adoraria melhorar

Mas tudo que eu amo se transformou em uma tarefa tediosa

Um dia nós vamos ter que deixar o nosso amor no passado

Eu amo meus fãs, mas ninguém nunca coloca um aperto

Eu te amo Mamãe, eu amo minha mãe – eu te amo mamãe

E eu adoraria ter algo como você no meu time para tomar conta

Eu adoro quando é menina Sonny ensolarado você poderia ser meu Cher

Eu estou em um caso de amor que não posso compartilhar isso não é justo

Haha Eu só estou brincando, as senhoras você sabe que eu as amo.

 

Impressionante! Mas se você não incluir esse tipo de arte em seu marketing, observe que, ao contrário do senso comum de crenças, robôs são realmente bons na criação de textos. Isso é bastante irônico, diz David Raab.

Podemos escolher entre software avançado de escrita, que realmente torna a escrita mais fácil (como Insights automatizado) e máquinas de geração de conteúdo por si mesmos. Por exemplo, Persado coleta dados para aumentar o poder de persuasão dos textos que ele cria. Economista e autor, Phil Parker, admite que seus livros saem principalmente graças ao dedicated software.

Empregos que considerávamos de âmbito realmente criativos, que tínhamos como insubstituível, pode ser executado por máquinas. Será que ainda precisamos de escritores e poetas?

Prevendo – em vez de máquinas

Uma boa máquina pode substituir esse personagem rebelde chamado cliente, que não fornece respostas precisas em pesquisas. Como indica o artigo “Improving Preference Prediction Accuracy With Feature Learning“, se você quiser saber mais sobre as necessidades futuras de seus clientes, você não deve pedir-lhes, mas sim usar uma solução de dados inteligente. Você pode descobrir suas preferências e necessidades futuras baseando-se em seu comportamento anterior – é mais rápido e mais barato. Você não tem de adquirir novos dados, mas pode utilizar as informações que já tem. Para não mencionar que os resultados desses mecanismos são muito mais precisos quando comparados com os esforços humanos.

 Personalização

Outro paradoxo é a personalização: tratar individualmente público, temos de recorrer a algoritmos e plataforma de automação de marketing (mesmo que você estava enviando e-mails a cada destinatário manualmente, você seria menos provável para atender às suas expectativas do que um software que pode processar uma grande quantidade de dados rapidamente). Máquina permite-nos comunicar de uma forma humana.

Ela vai tornar esse processo mais barato.

As máquinas são mais eficiente, mais rápidas e mais baratas que as pessoas. Por exemplo, Braxton KcKee, observado que o algoritmo lida com análise financeira muito melhor do que humano. Sua ferramenta, Ufora, ajuda investidores a tomar decisões mais precisar e custa R$ 10.

Os analistas financeiros, juntamente com os comerciantes, são os mais ameaçados pela revolução tecnológica acontecendo a nossa frente. Nossos empregos mudam a uma velocidade tremenda.

Humanos necessários para coordenar

Organizações que aplicam tais soluções e explorar Big Data estão mais bem sucedidas, o estudo mostra. É que uma chave? Raab afirma que as tarefas de marketing específico podem ser realizadas por robôs, mas elas ainda precisam de um ser humano para comandá-las. Seria essa a única habilidade humana exclusiva? Ou talvez, em breve, tornar-se redundantes? ”

 

O que podemos concluir com esses texto é que o avanço não para de ocorrer e em menos de 10 anos as máquinas estarão ocupando mais de 30% dos empregos de humanos. É preciso encarar essa realidade e incorporar aquilo que facilite e torne produtivo cada vez mais o trabalho de sua empresa. É necessário nesse contexto estudar e tornar-se cada vez mais necessário por características que máquinas não conseguem executar com eficiência!

A Jeenga está se adaptando a esse cenário e torna a sua vida e a de seu negócio cada vez mais simples e automática! Que tal experimentar? Acesse http://jeenga.com para mais informações!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta